terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Vinícius Borba no Sarau da Cooperifa

Casa cheia no Bar do Zé Batidão, último Sarau da Cooperifa do ano de 2012, quiçá o último do mundo... Foi num dia um tanto quanto cabalístico, 12/12/2012, noite de quarta maravilhosa cheia de gente agitada, aguerrida, como disse o mestre Vaz, Povo Lindo!! Intercâmbio entre as quebradas 2012 bombou. Próximo ano já vem por aí

                                      Clique e Assista Vinícius Borba no Sarau da Cooperifa - SP


domingo, 16 de dezembro de 2012

Tipo carne dura? Voz que cura! Ellen vence The Voice

Éllen Oléria vence The Voice Brasil com muita garra e talento

A sensação de "Eu já sabia" é inevitável a este autor, porém vale ressaltar que liguei umas 15 vezes. O Preju no telefone veremos depois, mas foi lindo ver mais uma belíssima performance desta negona linda do DF, que representa como ninguém nossas periferias. De Ceilândia para o mundo.. só começando, Ellen Oléria nos representa pela sua força e correria. Além de tudo, ainda deu exemplo maravilhosos de luta de gênero ao trazer a companheira Poliana, para o auditório. Nada mais natural em se tratando de Ellen, mas nem todo mundo tem essa coragem quanto mais em início de carreira. Sinal de evolução dos tempos e aidna de personalidade forte da nossa preta do estilo "carne dura", "Voz que cura".

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Dia nacional da Consciência Negra repleto de ações culturais em São Sebastião DF

Detonando em mais um espetáculo. DIa Nacional da Consciência negra estive com os Radicais Livres S/A no evento realizado pela Biblioteca Comunitária do Bosque no Colégio São Francisco. APresentei nos três turnos. Sai a noite acabado, mas com alegria enorme de ter vivido um grande dia de luta pela arte e cultura, com apoio da Imaginário Produções do nosso parceiro Máximo mansur. Dia loco!!
Veja as fotos pelo face, irado
http://www.facebook.com/media/set/?set=a.4208105394719.2151800.1047472972&type=1

 
 
 
 
 
 
 
 

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Colabore com o projeto Diga How vai a São Paulo - Intercâmbio entre as quebradas


Mambembrincante se apresenta no Festival Internacional de Teatro de Bonecos e representa o DF no Rio de Janeiro

Preparando seu quarto CD, o grupo de Cultura PopularMambembrincante participa da 11ª edição do Festival Internacional de Bonecos de Brasília dia 15, no Teatro Nacional. Personagens como Jaraguá, Burrinha, Boneca Nêga Fulô e o Boizinho dançam durante o espetáculo e criam um ambiente de interação com o público no tradicional Festival que envolve bonequeiros de todo o mundo.

Aos 12 anos de existência, o Mambembrincante representará o DF no encontro Brasil Rural Contemporâneo no Rio de Janeiro na próxima semana. Este momento do grupo ilustra esta fase de profissionalização da cultura popular no Distrito Federal que a cada ano se fortalece com participações em eventos nacionais.

Cultura popular em alta e o DF representado no Rio de Janeiro

Para o vocalista e fundador do grupo, Chico Nogueira, essa vivência artística que reproduz a essência do povo brasileiro traduz a construção da identidade brasiliense. “Temos um pouco de todo o Brasil no DF, e na cultura popular vemos o somatório disso com muita beleza, desde a musicalidade que praticamos até a participação do público que tanto se identifica”, diz. Para Chico, a valorização do tradicional tem se demonstrado uma realidade no meio urbano, pelotrabalho de grupos como o Mambembrincante.

O “Festival de Culturas Populares, O Festival Internacional de Teatro de Bonecos entre outras iniciativas tem nos demonstrado essa força que, no DF, é cada vez maior. Voltar ao Rio é resultado de um trabalho de pesquisa e amor à arte”, afirmou.
 
O Distrito Federal no Brasil Rural Contemporâneo
O grupoMambembrincante tocou na programação cultural dos Jogos Panamericanos do Rio de Janeiro em 2007, e agora, volta à cidade maravilhosa para levar mais da arte candanga à 8ªEdição da Feira Nacional de Agricultura Familiar e Reforma Agrária – Brasil Rural Contemporâneo 2012, na Marina da Glória.

O grupo
Formado em 2000, com Chico Nogueira (vocal e viola), Léo Terra (viola, cavaco, rabeca, charnago e percussão), Anahi Nogueira (vocais e percussão), Érika Cortêz (vocais e percussão) e Marcos Ramalho (direção de percussão), o grupo Mambembrincante, apresenta um espetáculo interativo permeado por bonecos gigantes, com muita dança, alegria e festa.

Tendo realizado shows por vários estados brasileiros, além de turnê pela Europa, o grupo trabalha com a beleza da ancestralidade musical brasileira nas cirandas, violas, vozes e arranjos bem brasileiros.

Agenda Novembro DF e Rio

Mambembrincante no 11º Festival Internacional de Bonecos de Brasília, dia 15 de novembro, 22h no Palco Diversidade, Teatro Nacional.

Dia 20, Festival - Mambembrincante no Museu/ Planaltina (DF)- Centro Histórico - às 20h00. Entrada Franca – Classificação Livre




Espetáculo Mambembrincante no Rio de Janeiro - 8ª Edição da Feira Nacional de Agricultura Familiar e Reforma Agrária – Brasil Rural Contemporâneo 2012 - Marina da Glória, Rio de Janeiro - Dia 23 e 25 de novembro



Assessoria Vinícius Borba – (61) 8551 1075/ 8169 8150 –









 


 


 
 

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Eros Trovador lança CD Música de Sarau marcado pela força de sua poética e diversidade rítmica

Vários sentidos, vários ritmos, várias palavras. Assim, em um processo colaborativo de produção iniciado em 2008, surgiu o álbum Música de Sarau, já disponível gratuitamente na Web (musicadesarau.com.br) e que ganha cd e show a serem lançados no próximo dia 17 de novembro, no Teatro Mapati, em Brasília (DF). 

Música de Sarau traz originais composições de uma nova MPB. O disco chama a atenção pelos arranjos bem brasileiros, trazendo uma diversidade de ritmos que denotam o ecletismo do poeta, cantor e compositor Eros Trovador em sua musicalidade – as músicas vão desde o samba e a bossa até a surf music e baladas, dialogando ainda com o baião, o reggae e o sertanejo.
A unidade do repertório está na poesia das letras. Nascido de uma proposta poética e de uma referência aos saraus, Música de Sarau trata da palavra e dos seus sentidos, do poeta e das poéticas da vida.

PALAVRA
O álbum musical Musica de Sarau é um desdobramento do Álbum Virtual Palavra (albumpalavra.com.br), projeto iniciado em 2008 e que é um dos pioneiros no Brasil no gênero Poesia Hipertextual, quando os hiperlinks são usados como elementos que compõem os sentidos poéticos do texto.
A partir dessa produção, Eros Trovador e os primeiros colaboradores do projeto fundaram o Coletivo Palavra, hoje associação civil sem fins lucrativos que trabalha em uma proposta de Arte de Interface, modelo de produção permeado de elementos multimídia, hipertextuais e colaborativos.
SHOW MULTIMÍDIA
No show, o vídeo e as imagens compõem de forma essencial o trabalho artístico. Acompanhado de músicos renomados, a exemplo de Leandro Morais e Wladimir Barros, Eros Trovador apresenta o repertório de seu primeiro álbum permeado por projeções, efeitos sonoros, cênicos e declamações.
De forma hipertextual, com elementos cruzados em diversas linguagens, o recado poético vai sendo construído por cada um, conforme a associação que o próprio expectador vai fazendo e das referências do que é apresentado. Assim, em um processo de produção bastante orgânico, o Coletivo Palavra apresenta mais um trabalho em Arte de Interface, convidando o público a viver uma experiência poética e a acompanhar a “saga do poeta”.
O evento de lançamento do cd e show Música de Sarau será aberto pela banda O Grande Barco, que também explora em sua produção uma musicalidade permeada de poesia e mantém o diálogo da música com o audiovisual.
MÚSICAS
Integram o repertório 10 músicas compostas por Eros Trovador, outra em co-autoria com Guto Freita e ainda uma composição de Renato Moll.
A faixa “Palavra”, surf music devidamente abrasileirada, faz referência à comunicação de todos  nós, à força da palavra na construção do cotidiano e aos caminhos e descaminhos que seus sentidos podem tomar.
Em “Sotaque”, um baião, é construída uma referência visual e ao mesmo tempo musical e poética sobre Brasília, a partir de uma reflexão sobre a suposta ausência de sotaque dos brasilienses. Essa ausência é transferida para as relações na cidade e sua organização espacial e política.
Já em “Vazio”, samba que abre o álbum Música de Sarau, é feita uma verdadeira celebração poética à sensação de vazio que todos sentimos, hora ou outra. Eros Trovador coloca o vazio como um dos elementos principais de seu trabalho e uma das principais características da imagem do poeta que constrói em todo o repertório.
SERVIÇO

O QUE: Lançamento do Show e CD Música de Sarau
QUANDO: 17 de novembro, 20h
ONDE: Teatro Mapati – SHCGN 707, Bloco K, n 5, Asa Norte - Brasília
INGRESSO:
- antecipado R$ 20 inteira e R$ 10 meia, incluindo o CD
- no dia R$ 30 inteira e R$ 15 meia, incluindo o CD
MAIS INFORMAÇÕES: facebook.com/coletivopalavra
ASSESSOR DE IMPRENSA
Vinícius Borba
Tel: (61) 8551 1075/ 81698150
E-mail: viniciusborba.cultura@gmail.com
Facebook: viniciusborba.cultura

domingo, 28 de outubro de 2012

Diga How concorre na categoria Hip Hop do Prêmio Candango de Música: Vote você também

Salve, Salve o DIGA HOW está concorrendo na categoria HiP Hop do Prêmio Candango de Musica, acessa aê http://premiocandangodamusica.com.br/novo/votacao.php Vota lá, fica na paz e Diga How Rapaz..
 Não conhece Diga How ainda? Acesse www.digahow.com.br
 Não deixe de votar também nas demais categorias vaorizando artistas originais do DF. Sugiro alguns
 Hip Hop – Diga How
Maximo Mansur concorre pela categsoria MPB
MPB – Maximo Mansour
Pop – Moveis Coloniais de Acaju
Samba – Kaoka
Melhor Interprete – Makena

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

2ª Balada Árabe em Brasília no Stadt Bier nesta quinta





Balada Árabe: 2ª Edição com atrações especiais direto do Líbano e grupos folclóricos

Um misto de tradição, modernidade, alegria e muita animação é o que pode-se esperar da segunda edição da Balada Árabe, que ocorre nesta quinta (25) no Stadt Bier, no Setor Gráfico. A Balada conta com vários elementos da dança e culturas do Oriente Médio, mas traz também uma pegada de animação e brasilidade com os remixes do Dj Sasha, que deve intercalar seu set list com as apresentações tradicionais de grupos folclóricos como Ninah Medrei e a participação especial de Zamzam El Eter, bailarina de dança do ventre libanesa que nesta edição realiza sua performance. A noite será recheada por apresentações é puxada pela professora e dançarina do ventre Gaia Terra, que há 12 anos atua no DF ensinando a arte do encantamento e da beleza destas técnicas.


Além das participações especiais de alunos e alunas do Gaia Terra Espaço Cultural, a Balada conta ainda com intervenções das bailarinas Andrea Guirro, Cinthia Haeser e interações com o público com o mestre de cerimônias Vinícius Borba que deve animar a festa e apresentar o espetáculo. Outra atração que deve trazer força a apresentação está o músico Ives Sahar, de Salvador (BA), e o dançarino folclórico Hassan Nabil, que realizará a tradicional apresentação de Dabke, com participação do público.

Para a bailarina e realizadora do evento, Maria das Mercês, conhecida artísticamente como Gaia Terra, a participação do público deve ocorrer de forma muito espontânea. "Balada é para dançar. E neste clima vamos ter momentos de apresentação mas momentos para as pessoas curtirem a dança e participar com as bailarinas e também ao som do Dj Sasha, que preparou um repertório animadíssimo mesclando música Àrabe com o melhor do Tecno/House. Vai ser demais", afirmou.

Serviço
2ª Balada Árabe
Local: Stadt Bier - Setor de Indústria Gráfica Sul - Quadra 6, nº 2190
Data: Nesta quinta - 25/10
Hora: 21h
Entrada: Antecipado R$ 20,00 - Na hora R$ 25,00
Classificação: 18 anos
Informações ou ingressos: 3034 6479/ 8155 0153

domingo, 14 de outubro de 2012

Declame para Drummond 2012


 Imagine encontrar um poema – todo arrumadinho – no meio do caminho para o trabalho ou para casa... essa surpresa se repetirá centenas de vezes neste mês de outubro pelo Brasil, por Portugal e por onde mais houver pessoas dispostas a embelezar sua cidade com poesia em homenagem ao aniversário do poeta Carlos Drummond de Andrade.


O projeto Declame para Drummond 2012 é um intercâmbio de poesia autoral em homenagem ao poeta que completaria 110 anos no dia 31 de outubro deste ano. O coletivo, formado - coincidentemente - por 110 poetas, distribuirá milhares de poemas em suas cidades para que sejam encontrados “no meio do caminho” de algum ilustre desconhecido. O Declame para Drummond é uma iniciativa da poeta e produtora cultural independente Marina Mara em parceria com poetas de várias regiões do país e também de Portugal.
                                      
O coletivo se formou a partir de um anúncio via redes sociais e em pouco tempo já eram dezenas de poetas (dos bons) aderindo e apresentando sua poesia para o nosso vasto mundo, fazendo-se cumprir o papel social da arte poeticamente. Quem quiser distribuir os poemas em suas cidades deverão acessar o www.marinamara.com.br e imprimir os textos devidamente identificados com o nome do projeto e uma caricatura do poeta Carlos Drummond de Andrade feita pelo mestre Chico Caruso, que carinhosamente abraçou o projeto.

Além de mostrar que a poesia – e nossos poetas - estão bem vivos, o projeto também chama a atenção para a necessidade de consumir poesia em nossa sociedade atual. Segundo a idealizadora do projeto, “o Declame para Drummond, apesar ser uma homenagem ao grande poeta imortal, tem também como objetivo disseminar os poemas autorais de nossos poetas vivos, muitas vezes esquecidos pela nossa sociedade e pelo mercado literário”.

A edição de 2010 realizou um sarau aberto com a participação de vários poetas, da família de Drummond, além do público que declamou próximo à sua estátua na praia de Copacabana – RJ. Nessa edição, uma estrutura com mil poemas enviados de todo o Brasil foi instalada no local – era só escolher e declamar – leia mais no www.marinamara.com.br.

Declame para Drummond em sua cidade - distribua poesia.


Contato

Marina Mara
www.marinamara.com.br / (21) 8315-8221

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Tulipa Ruiz vem a capital com o show Tudo Tanto

Nos dias 04 e 05 de outubro, a cantora e compositora Tulipa Ruiz apresenta em Brasília, no Teatro Oi Brasília, o show do álbum "Tudo Tanto".
 
Com produção do irmão, Gustavo Ruiz, e arranjos de cordas e sopros de Jacques Mathias, “Tudo Tanto” traz 11 faixas.
O álbum também traz uma parceria de Tulipa com o rapper Criolo e participações especiais de Lulu Santos, São Paulo Underground, Daniel Ganjaman, Kassin e Rafael Castro.
Selecionado no Edital Nacional do Natura Musical, "Tudo Tanto" é o segundo álbum de Tulipa e foi eleito o melhor álbum do ano no Prêmio Multishow de Música Brasileira.
Depois de Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre, é a vez do público de Brasília conferir o show de "Tudo Tanto".
Acesse o nosso portal www.naturamusical.com.br e faça o download legal e gratuito de músicas de Tulipa Ruiz.
Serviço:
Tulipa Ruiz em Brasília
Data: 4 e 5 de Outubro.
Hora: Quinta e sexta-feira, às 21h.
Local: Teatro Oi Brasília - Complexo Golden Tulip Brasília Alvorada, SHTN trecho 1 (próximoao Palácio da Alvorada)
Apoio: Natura Musical

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Quando a gente deixa a redação, mas ela não deixa a gente

Hoje deixo a redação. Depois de uma jornada de cerca de dois anos e alguns meses dou Adeus a essa primeira fase enquanto repórter para me dedicar a minha família (vem mais um filhote por aí. Lembrando que pari o blog quando nasceu minha primogênita), mas também para correr por um sonho maior que me acompanha, a produção cultural alternativa e de periferia, pela qual sou de fato apaixonado.

 É impossível recordar desde que entrei nesta viagem insana de humanidade, desumanidades e luta pela utilidade pública, sempre do lado da população. Descobrir as nuances da publicação das sacanagens manipuladas pelos governos e mesmo ter que negar nossa essência em alguns momentos também faz parte desta profissão, mas tão maior é a alegria de saber quando se vencde e fura o bloqueio.

Sei que não será fácil, mas estou convicto que meu momento pede atenção a minha carreira enquanto poeta, ator e produtor. Sinto falta da liberdade para escrever, produzir e projetar os sonhos que me perseguem acordado. Abro uma nova etapa de minha vida sem me esquecer dos maravilhosos companheiros de redação que me ensinaram tanto no Jornal de Brasília, como Kidoca, Caxito, Felipe Trigueiro, Raphael Ribeiro, Josemar Gonca!!, Nelza, Eugênia, Renato Araújo, Renato Costa, Chico Dutra, Seu Coracy (sempre), Andressa Anholete, e tantos outros queridos que cito em breve pela quantidade de gente querida que cruzei nestas pautas da vida. Agradeço ainda a galera do Alô Brasília com Lívio, João, as lombras de Mateus e Mulatona, a graça de Fernando, e claro a parceria dos fotógrafos Glaucya Braga e Robinho!!

Nos vemos pelas produções da vida.
Noutras trincheiras, com o mesmo gás, é nóis

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Do Correio Braziliense: Sarau radical traz a sétima arte para São Sebastião nesta quarta-feira

12/09/2012
http://divirta-se.correioweb.com.br/materias.htm?materia=15957&secao=Programe-se&data=20120912


Grupo Radicais Livres traz a cultura local para São Sebastião
O grupo Radicais livres S/A, em parceria com o coletivo Muruá, vai estar no Skate Park de São Sebastião nesta quarta-feira (12/9), a partir das 19h30, para realizar o Sarau Radical Especial Rua Cinema Nosso . O evento contará com uma mostra de cinema com diversos curtas-metragens de artistas brasilienses. Além disso, o evento vai contar com shows e apresentação de poesias.

Depois de reunir mais de sete tipos de arte, esta edição do sarau pretende trazer para São Sebastião o cinema. Além dos filmes que representarão a mostra, pequenos clipes da performance dos skatistas serão exibidos a plateia. Nesta edição, a mostra de título A Margem, curadoria da cineasta Daniela Marinho, trará vídeos como o Rap e o canto de Ceilândia, de Adirley Queiroz, e o filme Picos!, que vai mostrar um pouco sobre skate no Distrito Federal.

Em seguida, o evento vai ter a abertura dos shows de artistas locais. Bandas de rock e de rap se apresentarão enquanto artistas divulgam poesias de vários estilos para efetivar o desejo dos Radicais Livres: misturar estilos e promover a diversidade.

A música será representada pelo grupo de rap Dialeto Crew. Já o rock ficará por conta da banda Recalcitrantes, de São Sebastião. Na poesia, o Sarau Radical receberá o poeta Ruiter Lima, de Taguatinga, com a literatura de cordel e conto de “causos”, para resgatar as raízes nordestinas que também existem no Distrito Federal. Para completar, nas artes plásticas, Maurício Faria e Fabrício Murback farão pinturas ao vivo e graffiti para o público.

O Sarau

Com a necessidade de criar mais espaço para os artistas locais surgiu em 2003 o grupo Radicais Livres S/A, como conta Vinícius Borba, poeta e produtor cultural do evento. “Faltava dinheiro, força e até mesmo auto-estima para que estes pudessem chegar aos palcos”, ressalta. Vinícius, junto com o grupo, já roda a capital federal por nove anos para reunir diferentes artes, divulgar os artistas e voltar o interesse da população para a cultura local. “ O Sarau é para a comunidade e objetiva democratizar a arte nas periferias do Distrito Federal.”, completa.

Os eventos são organizados pelos voluntários do grupo e os artistas se reúnem para a produção de grandes misturas de estilos. Os saraus já ocorreram em praticamente todas as regiões administrativas do Distrito Federal, além de outras cidades, como Piauí, São Paulo e Goiânia. Em nove anos de história, os poetas radicais livres já realizaram espetáculos para a Feira do Livro de Brasília e para seis saraus simultâneos na programação do Brasília Outros 50, em 2010.

O grupo é formado por cerca de 15 pessoas, entre artistas e não artistas que se mobilizam por meio de redes sociais para divulgar a cultura. Em geral, são moradores de São Sebastião que buscam a diversidade de apresentações culturais. “Buscamos espaço para outras artes que, normalmente, não tem voz em Brasília, seja pelo preconceito ou pela falta de apoio estatal,” diz Vinícius.

domingo, 9 de setembro de 2012

Vinícius Borba representa literatura periférica do DF em SP

Vinícius Borba é poeta e agitador cultural em São Sebastião DF

Encontro debate a Literatura Divergente

Vinícius Borba é um dos poetas e agitadores que participam do debate ralizado com poetas, escritores e literatos divergentes de São Paulo, Salvador e DF durante o Seminário. A Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima promove entre os dias 12 e 15 de setembro um encontro para abordar a vertente literária que inclui escritores, ativistas, estudiosos e também leitores de produtos que fogem do grande mercado editorial.



O mercado editorial movimenta bilhões de reais todos os anos e as grandes editoras de todo o mundo estão sempre com as antenas ligadas para captar o próximo best-seller. Os títulos internacionais chegam a ser leiloados e o maior lance dado por uma editora nacional tem o direito de publicá-los em seu país e lucrar muito com isso. Apenas em 2011, os brasileiros compraram cerca de 500 milhões de livros, segundo pesquisa da Fipe/USP (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Para além do já consolidado setor, existe a literatura chamada “divergente”, que é tema de um seminário, entre os dias 12 e 15, na Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima.

O objetivo do encontro é abordar esta vertente literária que inclui escritores, ativistas, estudiosos e também leitores de produtos que fogem do mainstream, ou seja, são livres das amarras editoriais dos grandes grupos que predominam no mercado.

No dia 12, às 19h30, a especialista e professora de teoria da literatura, Heloísa Buarque de Hollanda, fala sobre “Literatura às margens do cânone”. O próprio conceito é objeto de controvérsia. Em alguns casos, a obra do autor se impõe ou contribui para que ele seja classificado como tal, ao passo que um único título é capaz de alçar um escritor a essa categoria.

O ativista Alessandro Buzo especializou-se em cultura de periferia e apresenta, desde setembro de 2011, o quadro “SP Cultura” no telejornal SPTV 1ª Edição, na TV Globo. Autor do blog Suburbano Convicto, ele fala no encontro do dia 14, às 20h, sobre a cadeia da literatura divergente, abordando todo o modo de produção até chegar ao leitor.

O inquestionável papel que a internet desempenha na disseminação desse tipo de literatura é outro fator que deve predominar em todos os debates. Antes disso, os saraus amplificaram a literatura divergente de forma a alcançar mais pessoas. Com as redes sociais, esse movimento ganhou ainda mais notoriedade e viu aumentar as possibilidades de financiamento. Pela importância desse instrumento de mediação, o encerramento do evento será com um encontro de saraus.

Serviço

Debate a Literatura Divergente
Data: 12 a 15 de setembro
Local: Biblioteca Pública Alceu Amoroso Lima
Endereço: Av. Henrique Schaumann, 777, Pinheiros
Telefone: 3082-5023 e 3063-3064
Grátis

 DIA 15/9 - Participação de Vinícius Borba na mesa
ENCONTRO DE SARAUS LITERÁRIOS NO BRASIL (parte 2)
Mesa-redonda com Gog (Grupo Só Balanço, Brasília), Vinicius Borba (Sarau Radicais Livres, Distrito Federal) e Raquel Almeida (Elo da Corrente, São Paulo). Mediação: Roberta Estrela Dalva (Slam-ZAP, São Paulo).
| Dia 15, 19h
 
SARAU DIVERGENTE
Encerramento do evento com reunião de saraus.
| Dia 15, 21h 

Confira a programação completa
:
LITERATURA DIVERGENTE
BIBLIOTECA PÚBLICA ALCEU AMOROSO LIMA | ZONA OESTE | DE 12 A 15 | GRÁTIS

Este seminário reúne escritores que se distinguem dos princípios que regem os cânones da produção, divulgação e distribuição de textos e obras literárias na atualidade brasileira. O objetivo é promover o encontro de ativistas, estudiosos, consumidores e admiradores de vertentes literárias, passando por maior aprofundamento crítico sobre essa produção, além da ampliação de suas estratégias empreendedoras.
O encontro integra a programação especial do “Mês da Cultura Independente”.

Da pesquisa ao conceito

A LITERATURA DIVERGENTE E AS RAZÕES DO ENCONTRO
Bate-papo de abertura do evento com Berimba de Jesus (Edições Maloqueirista, São Paulo) e Nelson Maca (UCSal - Sarau Bem Black, Bahia).
| Dia 12, 19h  

LITERATURAS ÀS MARGENS DO CÂNONE
Palestra com Heloísa Buarque de Hollanda (UFRJ - Aeroplano Editora, Rio de Janeiro).
| Dia 12, 19h30 

ALGUNS CONCEITOS CORRENTES
Mesa-redonda com Nelson Maca: “Literatura divergente”; Érica Peçanha (pesquisadora, São Paulo): “Literatura Marginal X Periférica”; e Victor Hugo (UERJ, Rio de Janeiro): “Literatura e desvio do cânone”. Mediação: Nelson Maca.
| Dia 12, 20h30  

Autores e autodefinição

LITERATURA E TRANSGRESSÃO
Palestra com Glauco Mattoso (escritor, São Paulo).
| Dia 13, 19h

AUTORES E AUTODEFINIÇÃO
Mesa-redonda com Berimba de Jesus, Allan da Rosa (Edições Toro, São Paulo), Marciano Ventura (Ciclo Contínuo, São Paulo), Guilherme Zarvos (CEP – 20.000, Rio de Janeiro). Mediação: Berimba de Jesus.
| Dia 13, 20h    

SARAU DIVERGENTE 2
Componentes da mesa e microfone aberto.
| Dia 13, 21h30    

A cadeia da literatura divergente

DOS SARAUS ALTERNATIVOS ÀS FESTAS LITERÁRIAS
Com Marcelino Freire (escritor, Pernambuco).
| Dia 14, 19h    

A CADEIA DA LITERATURA DIVERGENTE                                    
Mesa-redonda com Welinton de Melo (Urros Masculinos, Pernambuco), Karina Rabinovitz (escritora, Bahia) e Alessandro Buzo (Suburbano Convicto, São Paulo). Mediação: Nelson Maca.
| Dia 14, 20h

SARAU DIVERGENTE 3
Componentes da mesa e microfone aberto.
| Dia 14, 21h30    

Os saraus literários e a renovação da oralidade

ENCONTRO DE SARAUS LITERÁRIOS NO BRASIL (parte 1)
Mesa-redonda com Robson Veio (Sarau Bem Black, Bahia), Binho (Sarau do Binho, São Paulo), Caco Pontes (Poesia Maloqueirista, São Paulo), Vagnão (Sarau da Brasa, São Paulo). Mediação: Robson Veio.
| Dia 15, 17h30

ENCONTRO DE SARAUS LITERÁRIOS NO BRASIL (parte 2)
Mesa-redonda com Gog (Grupo Só Balanço, Brasília), Vinicius Borba (Sarau Radicais Livres, Distrito Federal) e Raquel Almeida (Elo da Corrente, São Paulo). Mediação: Roberta Estrela Dalva (Slam-ZAP, São Paulo).
| Dia 15, 19h

SARAU DIVERGENTE
Encerramento do evento com reunião de saraus.
| Dia 15, 21h 

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

O FAC é nosso! GDF que destine recursos mais descentes para cultura

NOTA DE REPÚDIO

        Nós, Artistas, Técnicos e Auto-produtores da Cultura doDistrito Federal, abaixo assinados, com assento no Fórum de Cultura do DFArtistas Independentes e entidades Associadas das mais diversaslinguagens, vimos por sucessivos governos lutando pela valorização do artista epor seu reconhecimento como ente produtor e transformador da sociedade. Nessaluta, conseguimos grandes vitórias, entre elas a atual conjuntura financeira doFAC de 0,3% da Receita Corrente Líquida do GDF, conquistada após intensamobilização do Movimento Cultural do DF.

        Ao longo dos últimos anos conseguimosincrementar a execução financeira do FAC destinando seus recursosexclusivamente para a atividade fim da cultura, que é apoiar diretamente osprojetos dos artistas, capacitadores e agentes culturais locais.

        Em virtude dos argumentos expostosacima, repudiamos veementemente que o FAC seja utilizado como solução paraproblemas de Caixa do Governo do Distrito Federal e que qualquer alteraçãona execução nos seus recursos, seja feita, sob essa alegação ou qualquer outraque possibilite essa intervenção que consideramos arbitrária, imoral e ilegal.

        Portanto, repudiamos na íntegra a nota públicadivulgada pela Secretaria de Cultura em 30 de agosto de 2012.

        Exigimos um canal direto e definitivo de comunicação com oSecretário de Cultura para discutirmos imediatamente osexcessos  burocráticos e os problemas de execução do Fundo, bem como osformatos dos atuais editais.

        Apoiamos uma dotação orçamentária digna para aSecretaria de Cultura da Capital da República, para que possam ser executadosprojetos de caráter urgente como a recuperação de espaços públicosdegradados e a realização de editais específicos para efetuar contratação deatrações artísticas de eventos festivos do calendário, como Natal,Ano-Novo e Carnaval.
 Assinam:

Gustavo Vasconcellos,Luciano Astiko,Maria Carmem,João Carlos Correa,Regina Maura,Luiz Fenelon,EvaPereira,Jorge Marino de Carvalho,Geldo Pereira de Araújo,Leandro Nogueira,FábioBarrera,Kuka Escotesguy,José César,Carlos Augusto Cacá,Eli Moura,Victor Z,DayseHansa,Maíra Oliveira,Fernando Corbal,Ankomárcio Saúde,PatríciaTavares,Alessandra Roscoe,Jorge Antunes,Janette Dornellas,Yara de Cunto,SérgioMaggio,Jones Abreu,Adeilton Lima,Pablo Peixoto,Jorge Lisboa Antunes,RenioQuintas,J.Procópio,Patrícia Del Rey,Ivone Oliveira,Luís Carlos Faísca,HugoFigueiredo Lemos,Cleber Lopes,Flávio Mesquita,César de Paula,LíviaFrazão,Lorena Oliveira,Cláudia Leal,Anderson C.P. Ribeiro,Monica Berardinelli,e as entidades Fórum de Cultura do DF e NAC.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Violência letal contra Adolescentes e Jovens no Distrito Federal

Nosso futuro tem que ser plantado agora. Pra termos melhor clheita. Por enquanto só lágrimas e sangue juvenil nas calçadas de nossas quebradas.

Quem somos nós, debate constante da humanidade em vídeo. Muito bom!

Festival Satélite 061 24 Horas no Ar

Em agosto a movimentação cultural dacidade ganha mais força, as noites de quarta terão música de qualidade com aapresentação de alguns dos artistas que farão parte da programação do FestivalSatélite 061 - 24 Horas no Ar, em setembro.
A Temprano Produções e a Ossos doOfício estão juntas na realização do festival e aproveitam o espaço cultural daFNAC para fazer o aquecimento da primeira jornada de 24 horas de arteininterruptas da Capital Federal

O Satélite 061 – 24 Horas no Ar é umfestival de artes que será realizado entre os dias 01 e 02 de setembro de 2012no Complexo Cultural da República, compreendendo o Museu da República e oTeatro Nacional, no Plano Piloto. Contemplará diversos segmentos artísticos,como as artes plásticas, cênicas, a arte urbana, dentre outros com destaquepara a programação musical.

Serviço:
Temprano na FNAC
Quartas-feiras de agosto
19h30 às 21h30
FNAC ParkShopping

PROGRAMAÇÃO

01/08
Trio Digital GroupWorkshop sobre projeção mapeada (videomapping). (Duração: 45min)
A projeção mapeada é uma técnica devídeo que vem crescendo muito nos últimos anos, sendo bastante usada como umaforma de expressão artística e comercial em grandes eventos. O “video mapping”é realizado através de projetores de alta luminosidade e potência, exibindoimagens previamente criadas para serem exibidas em diversos ambientes e formas. As superfícies mais utilizadas para as projeções e que tem atraido amaior  atenção do público e da mídia são normalmente fachadas de prédiosou monumentos famosos espalhados pelas grandes cidades.

Apresentação DjHernandez (Temprano). (Duração: 45min)Hernandez é um dos idealizadores doprojeto Temprano e curador da pista eletrônica do Festival Satélite 061 24Horas no Ar.

08/08
Apresentação Dj Donna. (Duração: 45min)Donna é uma das djs de Hip-Hop maisatuantes do Distrito Federal, já tendo sido selecionada entre mais de 2.000candidatos no mundo inteiro para a Red Bull music Academy 2002.
Apresentação Dj Oblongui. (Duração:45min)
Oblongui foi um dos precursores namúsica eletrônica em Brasília. Dj desde 1994, ele é também um dos maioresrepresentantes do estilo “House Music” na cidade.

15/08
Apresentação Dj Arlequim. (Duração: 45min)Arlequim é um dos responsáveis pelo"boom" da cena de música eletrônica no nordeste do Brasil com ocoletivo Undergroove / Pragatecno. Dj desde 1994, ele vem se destacando como dje produtor de House em Brasília como parte do coletivo Temprano.
Apresentação Banda Ataque Belize. (Duração:45min)
Ritmo e Poesia além de ser a traduçãopara o RAP é também o argumento da banda Ataque Beliz, que desde 2001 utilizavariações ritmicas e poéticas afim de fugir do lugar comum na músicabrasileira. Formada no Paranoá, Distrito Federal, o grupo se tornou umareferência na abertura de novos públicos para o rap local, iniciando com umamistura conhecida como o JAZZ-RAP temperada com várias outras vertentes damúsica negra como o Rock e o Funk. A banda recmbina ritmos brasileiros comoembolada, forró e samba, dando um ar de novidade ao discurso sem perder aessência do RAP. Ritmo e poesia.

22/08
Apresentação Tropicall (Duração: 45min)
Tropicall é uma dupla em busca denovos sons e tendências dentro da música eletrônica. Formada por Ariel Haller eFabio PSK, a dupla de DJs e produtores têm carreiras individuais consolidadas,com mais de 20 anos de estrada tocando em palcos das principais cidades doBrasil.
Apresentação Ninne(Duração: 45min)
Revelação do Hip-Hop de Brasília apresentando composições próprias com influências de dub step ehip-hop.

29/08
Bate papo sobre produção musical com Tomás Seferin (Sacassaia). (Duração: 30min)Tony Roballo e Gardenel, do Sacassaia,falam sobre produção musical, gravação em estúdio, influências sonoras entreoutras coisas.
Apresentação da Banda Sacassaia.(Duração: 30min)
Grupo de hip hop e dancehall temperadocom eletrônica e ritmos tradicionais da música brasileira, latino-americana emundial. A maioria de suas letras são cantadas em português, mas também em espanhol,inglês, hebraico e francês.
O lançamento de novas faixas e de seusegundo álbum estão previstos ainda para este ano.

domingo, 5 de agosto de 2012

Sarau do Binho Vive!! Eu também estivelá, a resistência da poesia tem que continuar

Um puta espaço de expressão que precisa continuar vivo. Sarau do Binho, no bairro Campo LimpoZona Sul de SP é um dos pontosd e maior e mais importante resistência cultural periférica odne os Radicais Livres S/A e outros milhares de poetas já tvieram a oportunidade de mostrar um pouco mais sua verve. Este eixo de multiplicação de arte periférica e divergente tem que seguir de pé, para que nós em Brasília, Bahia e outros lugares possam continuar em rede e fortalecendo estas raízes brasileiras de favela. Tamojunto Binho, nessa catarse de arte de resistência.  
Como diz o poeta: "Uma Andorinha só não faz verão...mas avisa todas as outras", Binho, retratano em sua rima a essência do poeta. Como diria Espartacus ao escravo que só sabia lutar com leras: "E como precisamos disso"
Mano Brown também apoio essa ideia.

X quebra o silêncio sobre a História do Hip Hop DF

Vìdeo de Edmar Satão, grande pareciro da DFZulubreakers

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Carta Aberta para Denúncia de Aviltamento da Fé dos Povos de Terreiro

Por mais respeito a diversidade religiosa no país, e sugiro a tod@s leitura e assinatura, bem como publicarmos nos blogs e sites da rede!!

«Carta Aberta para Denúncia de Aviltamento da Fé dos Povos de Terreiro»

Eu concordo com este abaixo-assinado e acho que também concordaras.

Assina o abaixo-assinado aqui http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N27451 e divulga-o por teus contatos.
Obrigado.
Alexandre de Oxalá
«Carta Aberta à Ministra de Cultura, Senhora Ana de Holanda»
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N26566
Eu concordo com este abaixo-assinado e acho que também concordaras.
Assina o abaixo-assinado aqui http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2012N26566 e divulga-o por teus contatos.
Obrigado.
Alexandre de Oxalá

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Ataque Beliz do Paranoá para o mundo, agora no quadro de bandas independentes da Globo

Estes grandes parceiros e agitadores da música de periferia do DF chegam mais uma vez a uma importante projeção de um rabalho que vem alcançando cadavez mais reconheicmento. O grupo que já foi campeão nacional do Festival Rap Popular Brasileiro (RPB), da Cufa, destaque no SOm Brasil de homenagem a Ataúlfo Alves com lindíssima versão de Amélia e outros sambas, agora apreenta seu trabalho no DFTV. Muito bom vê-los bem mais uma vez. Nada mais que reconhecimento de um rampo consistente e raro. Ouça Ataque Beliz!

http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2012/07/mistura-de-jazz-rap-e-ritmos-nacionais-e-proposta-da-banda-ataque-beliz.html

Escute  Ataque também pelo My Space, Bom Som, sempre e cada vez mais!
Rap DF só pra cima, musicalidade de raiz cada vez mais fluindo.

http://www.myspace.com/ataquebeliz

Jornalismo sangue no olho!! Viva a repórter mais sagaz dos últimos tempos

Veja uma apresentadora que mostra o verdadeiro espírito que se espera de colunistas de opinião
Essa é a jornalista Rachel Sheherazade, descendo a lenha no coronel José Sarney


Repasse no facebook também

http://www.facebook.com/photo.php?v=3673175111927

Uma lição de força, coragem e capacidade crítica no jornalismo. Sou repórter de redação e sabemos como as vezes é difícil a necessidade de se manter trabalhando ou acabar execrado em todos os veículos vendidos que circulam por nossas mídias. Para uma galera solteira e sem filhos pode parecer um pouco mais fácil mas a força dessa mulher aí está em sua acidez e liberdade de espírito. Não por acaso derrubaram o sinal da emissora do meio para o fim do discurso dela. Exemplo raro de que podemos sim e devemos continuar indo para grandes veículos mas sempre aproveitando brechas de edição para dar duro nestes sacanas coronéis que pelos poderes diversos se abancam.

Parabéns a repórter, espero tenha ainda longos anos de muito trabalho.

Assista também outra reportagem em que ela mais uma vez desse o cacete numa das festas populares mais comemoradas pelos brasileiros com tanta acidez quanto mereceu Sarney. E mulher arretada

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Feira de Musica abre inscrições pra shows

Musicistas e músicos do DF, Com imensa alegria anunciamos o retorno de um dos mais importantes palcos da história musical de Brasília: a FEIRA DE MÚSICA! Nos anos 80 e 90, por quase 10 anos contínuos, o projeto foi o palco mais constante e duradouro da capital, e fez surgir nomes como Raimundos, Câmbio Negro e Maskawo Roots. Atento à diversidade musical da cidade e aberto a todo o tipo de manifestação musical, o projeto abre inscrições para shows de até 40 minutos com repertório autoral. A Feira de Música, patrocinada pelo FAC - Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Cultura do DF, terá suas 6 primeiras edições nos meses de Setembro, Outubro e Novembro de 2012, e as inscrições estão abertas através do email feirademusica@gmail.com. Para se inscever o artista deve enviar 3 a 5 faixas musicais em mp3 ou links para vídeos de 3 a 5 músicas, release e dados do responsável pela inscrição (nome, email e telefone, CPF e RG). Todos os selecionados receberão cachê pelas apresentações e terão à disposição excelentes condições técnicas. Confiram nossa página no facebook: http://www.facebook.com/pages/Feira-De-M%C3%BAsica/245035705616396  A FEIRA DE MÚSICA terá espaço também para canjas, para as quais os músicos se inscrevem na hora, sem apresentar material à curadoria, e poderão subir ao palco para tocar duas músicas de sua autoria. Com votos de prosperidade à cena musical do DF, ILIMITADA CRIAÇÃO / OSSOS DO OFÍCIO – CONFRARIA DAS ARTES

terça-feira, 26 de junho de 2012

Licenciatura em Dança gratuita cara!! Corre lá

O IFB publicou no dia 14 de junho de 2012 o edital de seleção para os Cursos Superiores do segundo semestre de 2012 pela Nota do ENEM e no dia, 21 de junho, a retificação que inclue, na seleção, o Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública, ofertado pelo Campus Brasília.

Estão sendo oferecidas 40 vagas para o Curso de Licenciatura em Dança, no Campus Brasília, 45 para o de Tecnologia em Gestão Pública, também no Campus Brasília, 20 vagas para o Curso de Licenciatura em Química, no Campus Gama e 10 vagas para o Curso de Tecnologia em Agroecologia, no Campus Planaltina. As inscrições serão gratuitas.

Saiba mais e inscreva-se: http://migre.me/9EAhY

domingo, 17 de junho de 2012

Milton Nascimento 50 anos de carreira: voz em plena forma, canções eternas

Milton em alta Foto Vinícius Borba 
A noite deste sábado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, no coração de Brasília, teve um memorável show que demonstra a grandeza de um dos ícones da MPB: Milton Nascimento comemoroou seus 50 anos de palcos com muito vigor e força, apesar do caminhado lento, que o trouxe com a mesma força até aqui. O Público se encantou ao som de clássicos como Maria Maria, mas também pdoe curtir boas participações de Lô Borges e ainda da intérprete. Quando tocou Nos Bailes da Vida, em homenagem aos músicos da noite, o artistas trouxe um pouco mais da essência de seu trabalho e carreira. "Todo artista tem que ir onde o povo está!", lembrou. Pela terceira vez em Brasília este ano, Milton tem agraciado a cidade com sua presença e força, apesar do caminhado lento, exigências do tempo, apesar da voz impecável. Dando força aos mais novos recebeu com carinho Lô Borges que vem se destacando na cena nacional e interpretou algumas canções com Nascimento.
Milton e Lô Borges


Já por volta das 21h20 o público ansioso batia palamas exigindo a presença do maestro da MPB. Ana Ribeiro, mineira de Ituiutaba, veio para curtir o show do cantor, carioca porém radicado em Minas. "A expectativa muito grande, ele é fabuloso, e um carioca de coração mineiro né", afirmou Ansa Ribeiro.

Também no palco do show realizado pela Natura, no projeto Todos os Sons, Milton comemorou os 45 anos da canção "Travessia", um dos primeiros sucessos de destaque do músico, cantor e compositor.
Ana Ribeiro, aguardou o show com ansiedade. Mas lavou a alma

Conheça a letra e assista o vídeo da música. Fique também com um trechinho da apresentação de Milton, eterno Nascimento.








Travessia

Milton Nascimento

Quando você foi embora fez-se noite em meu viver
Forte eu sou mas não tem jeito, hoje eu tenho que chorar
Minha casa não é minha, e nem é meu este lugar
Estou só e não resisto, muito tenho prá falar
Solto a voz nas estradas, já não quero parar
Meu caminho é de pedras, como posso sonhar
Sonho feito de brisa, vento vem terminar
Vou fechar o meu canto, vou querer me matar
Vou seguindo pela vida me esquecendo de você
Eu não quero mais a morte, tenho muito que viver
Vou querer amar de novo e se não der não vou sofrer
Já não sonho, hoje faço com meu braço o meu viver
Solto a voz nas estradas, já não quero parar
Meu caminho é de pedras, como posso sonhar
Sonho feito de brisa, vento vem terminar
Vou fechar o meu canto, vou querer me matar


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Audioteca para deficientes visuais - 2.700 livros grátis

Audioteca Sal e Luz
Venho por meio deste e-mail divulgar o trabalho maravilhoso que é realizado na Audioteca Sal e Luz e que corre o risco de acabar.
A Audioteca Sal e Luz é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que produz e empresta livros falados (audiolivros).

Mas o que é isto?
São livros que alcançam cegos e deficientes visuais (inclusive os com dificuldade de visão pela idade avançada), de forma totalmente gratuita.
Seu acervo conta com mais de 2.700 títulos que vão desde literatura em geral, passando por textos religiosos até textos e provas corrigidas voltadas para concursos públicos em geral. São emprestados sob a forma de fita K7, CD ou MP3.
Ajude-nos, divulgando!!!
Se você conhece algum cego ou deficiente visual, fale do nosso trabalho, DIVULGUE!!!
Para ter acesso ao nosso acervo, basta se associar na nossa sede, que fica situada à Rua Primeiro de Março, 125 - Centro. RJ.
Não precisa ser morador do Rio de Janeiro.
A outra opção foi uma alternativa que se criou, face à dificuldade de locomoção dos deficientes na nossa cidade.
Eles podem solicitar o livro pelo telefone, escolhendo o título pelo site, e enviaremos gratuitamente pelos Correios.
A nossa maior preocupação reside no fato de que, apesar do governo estar ajudando imensamente, é preciso apresentar resultados. Precisamos atingir um número significativo de associados, que realmente contemplem o trabalho, senão ele irá se extinguir e os deficientes não poderão desfrutar da magia da leitura.
Só quem tem o prazer na leitura, sabe dizer que é impossível imaginar o mundo sem os livros...
Ajudem-nos. Divulguem!

Atenciosamente,
Christiane Blume - Audioteca Sal e Luz.
Rua Primeiro de Março, 125- 7º Andar. Centro - RJ. CEP 20010-000
Fone: (21) 2233-8007 <tel:%2821%29%202233-8007> 
Horário de atendimento: 08:00 às 16:00 horas
http://audioteca.org.br/noticias.htm
 <http://audioteca.org.br/noticias.htm>